Constituição de empresas: Conheça as regras e formalidades para constituir uma SA de Capital Fechado


Constituição de empresas: Conheça as regras e formalidades para constituir uma SA de Capital Fechado

Sumário

1. Introdução

2. Sociedade Anônima

2.1. Cláusulas Obrigatórias

2.2. Nome empresarial

2.3. Objeto social e atividades econômicas

2.4. Capital social e integralização

2.5. Conselho de Administração e Diretoria

2.6. Conselho Fiscal

2.7. Boletim de subscrição

2.8. Foro e assinaturas

3. Documentação exigida para registro dos atos das sociedades anônimas

 

1. Introdução

Neste segundo roteiro da série Constituição de Empresas, vamos apresentar as regras e formalidades necessárias perante a legislação societária no momento da constituição de Sociedades Anônimas de Capital Fechado.

Assim como as sociedades limitadas, as sociedades anônimas de capital fechado desempenham um papel fundamental no panorama empresarial brasileiro, contribuindo para o desenvolvimento econômico e proporcionando vantagens significativas tanto para os empresários quanto para a economia como um todo.

Para acessar o primeiro roteiro da nossa série, basta clicar no link: Constituição de Empresas: Conheça as Regras e Formalidades Para Constituir uma Sociedade Limitada

 

2. Sociedade Anônima

Quando tratamos de sociedades anônimas, podemos inferir que a primeira grande vantagem, como o próprio nome sugere, é o anonimato dos acionistas. Em outras palavras, a preservação da privacidade dos acionistas é a característica fundamental desse tipo de sociedade.

Renan Vinicius Lopes Silva

Consultor Contábil

Renan Silva é contador atuante na área contábil há 14 anos, com Pós-Graduação em Gestão Financeira e Contábil pela Unespar, e especializando em Contabilidade, Compliance e Direito Tributário pela BSSP, articulista e consultor contábil e tributário na Garcia & Moreno Consultoria Corporativa, atendendo empresas de grande porte do agronegócio brasileiro.

Tags:

sociedade anonimaregras , formalidades , constituicao de empresas