Apuração de créditos extemporâneos na EFD-Contribuições


Apuração de créditos extemporâneos na EFD-Contribuições

É frequente que as organizações busquem créditos de PIS e COFINS dentro do prazo de decadência, retrocedendo até 5 (cinco) anos, a fim de realizar, de maneira extemporânea, a apropriação adequada desses créditos.

Nesta seara, emergem novos embates entre a Receita Federal do Brasil e as corporações, provocando questionamentos sobre como apurar e apropriar esses créditos de competências anteriores na EFD-Contribuições.

Para obter maiores informações, acesse imediatamente o conteúdo intitulado "Apuração de créditos extemporâneos de PIS e COFINS" e mantenha-se atualizado sobre o assunto.

Este material busca apresentar não apenas a perspectiva do fisco federal, mas também abordar as recentes decisões do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais.

Paulo Cesar Piorneda Lima

Consultor tributario

Paulo Lima é contador, atua como consultor de tributos federais com ênfase nas Contribuições para o PIS e a COFINS, em atendimento a grandes corporações do agronegócio brasileiro na empresa Garcia & Moreno Contadores Associados, referência nacional em cooperativismo e agronegócio.

Fonte:

Garcia & Moreno Consultoria Corporativa

Tags:

creditos extemporaneosPIS , créditos de pis e cofins , créditos , COFINS